Home Resenhas Resenha || Dois a Dois | Nicholas Sparks

Resenha || Dois a Dois | Nicholas Sparks

por Gaby Marques

Nicholas Sparks é um autor norte americano conhecido mundialmente pelos seus livros de romance e drama, e pelas adaptações desses para o cinema. Autor de títulos como Um Amor para Recordar e Diário de uma Paixão, suas obras de maior impacto. Sparks continua fazendo a alegria de seus fãs, e suas duas últimas publicações, No Seu Olhar e Dois a Dois (ambos publicanos no Brasil pela Editora Arqueiro) foram sucessos de venda em todo o mundo, passando da marca dos milhões.

Esse último livro, Dois a Dois, pode-se dizer que é o mais diferente do autor, comparado a suas outras obras, pois não é um livro focado em um romance, mas sim no drama de uma relação pai e filha.

Aqui conhecemos Russel Green, um homem bem sucedido em sua carreira e com uma linda esposa e filha, London. Ele trabalha duro para manter um padrão na vida da família, mas tudo parece sair dos trilhos quando ele sai da companhia onde trabalhava para criar seu próprio negócio, o que vai contra todos os planos de sua mulher, Vivian, que acredita que Russ está metendo os pés pelas mãos nesta nova empreitada.

“Quando você começa a tentar entender o que deu errado ou, mais especificamente, onde você errou, é mais ou menos como descascar cebola. Há sempre outra camada, outro erro do passado ou uma lembrança dolorosa que surge e então conduz ainda mais para o passado, e ainda mais, em busca da verdade definitiva. Cheguei ao ponto em que parei de tentar entender: agora, a única coisa que de fato importa é aprender o suficiente para evitar repetir os mesmos erros.”

Resolvida a encontrar um emprego para si própria, Vivian logo encontra um, mas que toma boa parte do seu tempo. Nesta nova rotina, terá que se afastar de sua casa por dias, o que faz com que Russ tenha que passar mais tempo em casa, com sua amada filha, à qual agora se dedica o tempo todo, conciliando a isso as tarefas em casa, os compromissos da filha e o próprio trabalho.

Nesta nova rotina, tendo London sempre ao seu lado, Russ aprende muito mais sobre ela, sobre aquela criança de 6 anos tão cheia de vida e já com tanta coisa para ensiná-lo. Enquanto isso, sua relação com sua esposa vai de mal a pior, e tudo contribui para que eles se separem. Em meio ao caos, há também muito amor, dedicação e novas aprendizagens; além de muito desenvolvimento na relação afetiva de Russ e London e a relação dele com o trabalho, e com ele mesmo. Russel percorre um caminho um pouco acidentado, mas repleto de autodescobertas e novas experiências, experiências essas que só uma criança como London será capaz de lhe trazer, com toda sua pureza e alegria genuínas.

“Dois a Dois, pensei enquanto descia a escada. London e Eu, pai e filha, ambos fazendo o melhor que podíamos.

Neste livro, Nicholas Sparks foge um pouco dos próprios clichês para criar uma trama que foca  majoritariamente no relacionamento entre um pai e sua filhinha. No começo, ele faz um tipo de “balanço” sobre o relacionamento de Russ e Vivian, como começou, seu desenvolvimento até o parto de London e algum tempo depois, quando o casamento começa a esfriar e o casal acaba se perdendo, tendo suas mentes apontadas para diferentes direções.

O quadro pintado por Sparks sobre esse casamento foi a primeira coisa que não me convenceu no livro. E a segunda tem alguma relação com a primeira. Falo do protagonista, Russel, que não foi nada do que eu esperei, pela sinopse, com suas reclamações e insatisfações disfarçadas de preocupação. Apontando defeitos na esposa para logo depois dizer que ama, tentando vender isso para o leitor, quando ambos foram culpados em tais situações.

“Dois a Dois, pensei enquanto descia a escada. London e Eu, pai e filha, ambos fazendo o melhor que podíamos.”

A relação pai e filha que Sparks monta aqui é realmente encantadora

Gostei muito da caracterização da personagem London. E as cenas com a menina foram as mais interessantes e envolventes no livro.

Quando não curto um protagonista (especialmente em livros em primeira pessoa, como é o caso de Dois a Dois), é difícil gostar da leitura. E, infelizmente, essa leitura não foi uma experiência boa para mim. O que me entristeceu, pois realmente esperei muito para ver o autor sair um tantinho de sua “zona de conforto”, e esperava algo a mais. Claro, essa é minha opinião, e não digo que o livro é ruim, só não atendeu às minhas expectativas. Para mim, o autor não foi bem-sucedido na construção de seu personagem-narrador.

A edição está maravilhosa; a editora escolheu uma linda capa que remete bem o clima do livro, e o título foi escolhido depois de consultar seus leitores nas redes sociais. O espaçamento e tamanho de fonte são confortáveis para leitura e cada capítulo começa com uma pequena borboleta no topo da página.

Não foi uma leitura que funcionou inteiramente para mim, mas é um livro muito elogiado tanto aqui quanto lá fora. Então recomendo sim que deem uma chance à obra. E desejo que façam uma ótima leitura 🙂 Quem já leu, me conta aqui nos comentários o que achou.

Até a próxima!

Voce pode gostar

22 comentários

Morgana Brunner dezembro 18, 2017 - 9:56 pm

Oi Gaby tudo bem?
Gostei muito de saber a sua opinião e parece ser uma ótima pedida por mais que sua avaliação tenha sido meio baixa, gosto muito dos livros do Nicholas e sei que esse seria uma ótima pedida para mim.
Abraços

Responder
Andrea Morais dezembro 18, 2017 - 10:21 pm

Olá!
Olha, não tenho muita vontade de ler os romances desse autor justamente por causa da “chuva de clichês”, mas até que esse livro parece ser diferente… A questão é que o final de sua resenha me deixou meio com o pé atrás… Não sei se lerei esse livro, parece legal, porém tem tantos títulos na minha lista que tenho certeza de que vou gostar que ainda não sei se darei atenção a esse título ‘-‘

Responder
Cabine de Leitura dezembro 19, 2017 - 3:26 pm

Já li diversos livros do autor e mesmo amando mais que tudo sempre acho que ele usa uma forma para escrever, é tudo padronizado, então claro que Dois a Dois está na minha lista de desejos, simplesmente pela promessa de ser diferente.
Quero só ver se vai funxionar comigo.

Beijos.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

Responder
Camila de Moraes dezembro 19, 2017 - 7:31 pm

Olá!
Esse é um livro que está no meu Kindle aguardando a leitura. Nicholas me atraí com seus romances, mas confesso que não consigo ler um seguido do outro. Mas não falta emoção em suas histórias.
Acredito que essa leitura farei mesmo no próximo ano.
Beijos!

Responder
Cris Santana dezembro 20, 2017 - 7:33 am

Oi Gabi, tudo bem?
Vou ser sincera com você, não sou muito fã de Nicolas, para mim seus livros sempre faltam alguma coisa mais emocionante, não sei explicar! A sua resenha foi maravilhosa, gostei muito! Vou passar esse livro para as meninas que gostam. Obrigado, bjs!

Responder
Larissa Dutra dezembro 20, 2017 - 9:50 am

Olá, tudo bem? Ao mesmo tempo que tenho curiosidade de ler esta estória mais “diferente” do autor, sinto um pouco de medo, rs. A trama parece ser muito boa, eu, pessoalmente, fiquei curiosa pra ler o livro, é uma pena que não tenha funcionado muito contigo.

Beijos,
Duas Livreiras

Responder
Thalita Sousa dezembro 20, 2017 - 10:13 am

Adorei a sua sinceridade na resenha. Eu simplesmente amo o tio Nick, mesmo sabendo que as estórias tem enredos bem parecidos – talvez tenha sido por isso que tenha deixado de ler um pouco os seus livros. Ainda assim, quando soube desse livro, fiquei louca de cara. Já quero muito ele para mim 🙂

Responder
Fabrica Dos Convites dezembro 20, 2017 - 6:44 pm

Eu não li ainda este livro, e estou bem curiosa justamente por ele sair de sua zona de conforto. Uma pena que não foi a leitura que você esperava.
Bjs, Rose

Responder
Claudia Del Santo dezembro 20, 2017 - 11:45 pm

Oiê, tudo bem?
Já li três livros do Sparks e gosto do muito do autor. Pelo menos amei os livros que li. Embora tenha visto muito a capa desse livro por aí, é a primeira resenha que leio. Te entendo, quando eu não me identifico o personagem narrador, não consigo me envolver com a trama também. Se um dia eu tiver a oportunidade de ler o livro, venho te dizer o que achei. Também acho que mesmo que uma leitura não funcionou com você, não significa que será o mesmo com os outros, por isso eu recomendo até leituras que não foram tão boas para mim, como você fez aqui. Essa capa é muito linda. Encantadora. Um beijo, sucesso com o blog e até minha próxima visita!!!

Responder
Por amor aos livros dezembro 21, 2017 - 10:11 am

Confesso que não sou nada fã de Nicholas Sparks. Já tentei ler os livros dele e a leitura não me prende, acho monótono, arrastado, sei lá. Sem contar que o final sempre tem alguma tragédia, aí não rola mesmo comigo. Que pena que você também não gostou muito!

Um beijo, Pri ?

Por Amor aos Livros

Responder
Beatriz Andrade dezembro 21, 2017 - 9:46 pm

Eu gostei muito da sua sinceridade nesta resenha. Eu gosto bastante dos livros do Nicholas Sparks e na época que ele veio ao Brasil eu estava curiosa com esse livro, mas comecei a ler algumas resenhas e desanimei demais. Eu gostei de ver o teu ponto de vista sobre a obra e com certeza não é um livro que eu vou ler.

Responder
Maria Luíza Lelis dezembro 22, 2017 - 9:47 am

Oi, tudo bem?
Acredita que nunca li nada do autor? Apenas assisti às adaptações de alguns livros dele.
Confesso que essa é a primeira obra dele que desperta minha curiosidade, por não focar no romance e sim no relacionamento de pai e filha. Mesmo você não tendo gostado do protagonista e que a leitura não tenha atendido às suas expectativas, eu ainda daria uma chance para esta leitura para conhecer a escrita do autor.
De qualquer forma, adorei a sua resenha e a forma sincera com que você falou sobre a obra.
Beijos!

Responder
haise dezembro 22, 2017 - 7:05 pm

Já li algumas resenhas desse livro e esse tópico de caracterização da personagem ficou bem evidente mesmo, eu nunca li muita coisa do Nicholas, tenho muita vontade e tô esperando a hora certa de começar. Adorei a sua resenha, me fez ficar bem curiosa!

Responder
Kamila Villarreal dezembro 22, 2017 - 9:27 pm

Olá!

Dei só uma olhada na sua resenha porque será minha próxima leitura. Até onde li resenhas, as opiniões não foram as melhores… Enfim, terei que ler para conferir.

Responder
Gabriela dezembro 24, 2017 - 4:28 pm

Heey!

Nicholas Sparks é meu autor favorito! Amo os livros dele, e tudo que ele coloca no enredo.
Este livro esta na minha meta de leitura 2018, e gosto do enredo apresentado nele. Uma pena que a leitura não te envolveu.
Pretendo ler em breve e espero me encantar.

Beijos

Responder
Jennifer Silva dezembro 26, 2017 - 10:32 am

Essa edição é uma das mais bonitas relacionadas as obras do Nicholas. Confesso que nunca li nenhuma obra do autor, pois ainda não tinha lido uma história que despertasse o meu interesse. Mas apesar de não gostar muito do gênero, irei dar uma chance haha. Sua resenha está ótima e irei anotar a sua dica, bjss!

Responder
Valéria dezembro 26, 2017 - 12:17 pm

que pena que o livro nao atingiu tuas expectativas… pra ser sincera, desisti do Sparks quando vi os enredos mais do mesmo nas leituras que fiz… quanto a esse novo, não me empolguei apesar da ‘mudança de ares’…
bjs…

Responder
Tahis Aguiar dezembro 26, 2017 - 11:16 pm

OLá!
Esse ano não li nenhum livro do Sparks, estou me achando estranha, todo ano leio pelo menos um de seus romances, esse livro está na lista, mas fiquei com o pé atrás depois de ler sua crítica, odeio histórias que são desenvolvidas lentamente, e esse livro é bem grossinho rs’ que bom que o autor está investindo em algo novo, eu adoro livros melosos, água com açúcar, mas é sempre bom mudar né.. fiquei mais curiosa pela relação pai e filha aí, quem sabe no próximo ano eu não leia..

beijos!

Responder
Thayenne dezembro 29, 2017 - 12:06 am

Olá,

Eu sou muito fã do Nicholas Sparks. Já tem um tempo que desejo fazer essa leitura. Fiquei mega curiosa quando vi essa premissa, pois realmente foge do normal do autor. Enfim, uma pena que você não tenha gostado, espero ter uma opinião diferente da sua.

Beijos,
oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

Responder
Angélica janeiro 3, 2018 - 7:22 pm

Oi, tudo bem?
Esta leitura também não funcionou para mim. Concordo com você sobre as reclamações do Russell, e achei que o cara foi meio que endeusado por algo que tantas mulheres fazem e são tratadas como “ah, não faz mais que a obrigação”.
Bjs

Responder
Ana Caroline janeiro 7, 2018 - 10:17 pm

Olá, tudo bem? Apesar de Nicholas Sparks ser aclamado, confesso que li um livro dele que não curti, e agora não consigo ler mais nada dele. Ainda mais você trazendo pontos que identifico como também meu gosto para não me cativar com a história. Quem sabe futuramente mude de ideia?! Ótima e sincera resenha!
Beijos,
diariasleituras.blogspot.com.br

Responder
Karoline Lima janeiro 9, 2018 - 11:58 pm

Oii. Gostei da sua forma de avaliar o livro no final, é diferente.
Minha irmã é fã dos romances do Nicholas, e sempre está comentando sobre eles e sou obrigada a assistir os filmes rsrs. O pouco que sei sobre as histórias me fizeram desanimar por ser tão clichê e romance demais pra minha mente.
E é até legal saber agora que ele se aventurou em outro tipo de história além de romance de casal, quem sabe eu não dê chance pra esse livro 🙂

Responder

Deixe um comentário

@2024 – All Right Reserved. Designed and Developed by PenciDesign

Todas as fotos e textos publicados são produzidos por Nilda de Souza, exceto quando sinalizado.