terça-feira, julho 23, 2024
Home Resenhas Eu sou a lenda || Richard Matheson

Eu sou a lenda || Richard Matheson

por Nilda de Souza

Eu sou a lenda, Richard Matheson, Editora Aleph, foi uma ótima leitura. Uma das melhores que li esse ano, até agora. Eu já conhecia a história das adaptações, mas nenhuma delas se compara ao livro. É mais um livro que eu deveria já ter lido há muito tempo. 

Eu sou a lenda é um dos maiores clássicos da ficção científica com inovação no horror. Ou seria terror com sci-fi. 

A história aborda dois temas que, particularmente, gosto muito: sobrevivência e solidão. Vivemos em sociedade porque precisamos do Outro para nos manter sãos. 

Também os vampiros sempre me fascinaram. Depois das bruxas, são meus seres fantásticos preferidos. 

Robert Neville, o protagonista, é o último da espécie humana, ao que parece. O mundo como conhecemos entrou em colapso, assolado por um tipo de doença que causa vampirismo. Uma pandemia vampírica. 

Neville é imune, mas perdeu a todos que amava. Ele passa os dias numa rotina extenuante, lutando para sobreviver em duas frentes: contra os vampiros que aparecem à noite em volta de casa; e manter a sanidade. 

É angustiante acompanhar os pensamentos e ações de Neville. Ele recorre ao álcool na tentativa de sufocar suas dores. A história não tem grandes cenas de ação e nem traz explicações para várias perguntas. Mas como não gosto de histórias que trazem tudo mastigado, então não me incomodou. 

Do que fala Eu sou a lenda?

Um ponto muito interessante é que Eu sou a lenda se utiliza do clássico Drácula, numa visão científica. Neville tenta descobrir a cura. Ao longo da narrativa vão surgindo explicações para os porquês de alguns elementos serem os únicos a matar ou afastar os vampiros: alho, estacas, a cruz, a luz do sol, etc. 

Uma questão que pode incomodar é a forma como Neville se refere às mulheres. Esse é o ponto baixo da história. Claro, tem que considerar a época em que foi escrito o livro. 

O final é ótimo. Perturbador, pessimista. Só sobrevive os que se adaptam. 

Essa edição conta com uma introdução de Stephen King, falando da importância de Richard Matheson para o gênero terror e para a escrita do Mestre. Aliás, é uma edição linda, com ilustrações divinas. 

“A força de um vampiro é que ninguém irá acreditar que ele existe.” Obrigado, doutor Van Helsing, ele pensou, colocando de lado sua edição de Drácula.

Compre na Amazon

O Ave, livro é integrante do programa de associados da Amazon. Se você comprar através do meu link, ganho uma pequena comissão. Assim, ajuda a manter o site no ar e ganha minha eterna gratidão por apoiar meu trabalho.

Voce pode gostar

Deixe um comentário

@2024 – All Right Reserved. Designed and Developed by PenciDesign

Todas as fotos e textos publicados são produzidos por Nilda de Souza, exceto quando sinalizado.